Retargeting vs. Remarketing - Qual é a diferença?

  • Escrito por

Os consumidores distraídos podem ser a ruína para um profissional de marketing. Eles navegam no site, clicam em algo, adicionam no carrinho e desaparecem.

 

Compartilhe

Os carrinhos abandonados são um fato frustrante para o varejo on-line. De acordo com o relatório de varejo on-line do Barclays’ Corporate Banking , os compradores potenciais do Reino Unido abandonam £3.5 bilhões de libras em seus carrinhos. No entanto, isso está previsto para metade de 2021 caso certas medidas forem seguidas, como por exemplo melhorar a experiência de compra mobile e reengajar esses consumidores.

Primeiros visitantes

É importante lembrar que quando visitantes acessam o seu site, eles não estão todos no mesmo ciclo de compra. Para visitantes de primeira visita, a taxa de conversão média do site é de cerca de 2%, portanto, 98% sairão sem fazer nada. Se eles estão mais para baixo no ciclo de compra, eles podem até adicionar produtos à seu carrinho antes de mudar de ideia. No entanto, todos esses visitantes compartilham um interesse comum ao que você tem a oferecer, independente de qual seja o estágio em que se encontram, então estimulá-los é ainda mais é crucial para a conversão.

Mantenha contato

O segredo é manter contato com eles e lembrá-los de que você ainda está aqui. Os visitantes entram e saem do seu site, talvez lendo o seu post mais recente ou baixando os seus e-books, e isso pode levar semanas para gerar uma venda. Manter seu site na cabeça dos visitantes faz parte desse processo, que é quando ferramentas como retargeting e remarketing entram em ação.

O que é retargeting?

Como consumidor, você já acessou um site e  um anúncio sobre algo que você procurou anteriormente apareceu? A primeira vez que isso acontece, você pode achar um pouco assustador, mas esse é o princípio do retargeting do Google. O retargeting funciona usando cookies, permitindo que você, como anunciante, impacte um público já interessado e que já visitou seu site.

Os anúncios de retargeting são diferentes dos anúncios de banner normais, já que eles segmentam especificamente  um nicho de visitantes ou leads em seu banco de dados. Existem algumas maneiras diferentes de fazer isso:

Pixel-based

Quando um visitante acessa seu site, um pequeno código é adicionado ao navegador dele, na forma de um cookie de rastreamento. O visitante sai do seu site e vai para outro lugar. Em seguida, o cookie interage com plataformas de retargeting de mídias sociais ou plataformas de retargeting de mecanismos de pesquisa, que exibem anúncios baseados em páginas específicas do seu site na página que o visitante está visualizando. O retargeting baseado em pixels tem a vantagem do tempo, já que os visitantes são redirecionados muito rapidamente depois de deixar o seu site.

List-based

Se você possuir uma lista de contatos, você pode utilizá-la especificamente em suas campanhas de retargeting, fazend oo upload da lista na plataforma que você queira usar (por exemplo, Facebook). Quando qualquer um dos seus próprios usuários interagir com uma mídia social, eles serão reconhecidos e um anúncio de retargeting será direcionado a eles.

A vantagem desse método é que você pode personalizá-lo facilmente, já que está escolhendo quem visualiza. Isso também significa que eles são muito calorosos e, portanto, propensos a serem receptivos ao seu anúncio. Isso, por sua vez, ajudará a maximizar seu ROI. No entanto, existem alguns problemas com esse método de retargeting, pois os consumidores podem ter mais de um endereço de e-mail, então podem utilizar e-mails diferentes e, portanto, não visualizarão seus anúncios. A taxa de avertura de sua lista de e-mails pode ser muito variada, então você precisa de uma lista grande para considerar essa opção e também precisa de mais tempo para sustentá-la. 

As campanhas de retargeting também podem ser baseadas em diferentes formatos, pode site retargeting ou search retargeting. No primeiro caso, um visitante que acessa seu site, mas não converte, é redirecionado com anúncios gráficos. O retargeting de pesquisa é destinado a visitantes que o encontraram por meio de uma pesquisa de palavras-chave. Eles são então redirecionados com base nas palavras-chave que eles usaram para pesquisar.

O que é remarketing?

Ao contrário da crença popular, o remarketing não é apenas outro termo para retargeting. Embora a terminologia seja um pouco confusa e mal utilizada, o remarketing funciona enviando campanhas por e-mail para os visitantes que navegaram seu website ou abandonaram o carrinho. O remarketing também pode ser utilizado para fazer vendas adicionais e vendas cruzadas a clientes existentes.

Isso pode ser abordado de várias maneiras. Enviar anúncios de remarketing baseados em históricos de navegação é uma maneira ou então um lembrete de que há itens em seu carrinho pode ser outra. O remarketing é favorecido por muitas das grandes empresas, incluindo a Amazon. A Agilone pesquisou mais de 150 líderes em marketing de varejo e descobriu que seus maiores canais de marketing era o e-mail, com 77% investindo nesse método de marketing em 2015.

A Agilone também pesquisou os consumidores e descobriu que eles não apenas amam o contato personalizado das marcas que seguem, como também esperam por isso. Eles gostam de ser contatados em relação ao seu carrinho abandonado e de receber descontos para verificar seus produtos. Tudo isso é uma notícia positiva para varejistas on-line que utilizam o remarketing.

Diferenças entre retargeting e remarketing

Embora o remarketing e o retargeting sejam voltados para a conversão de visitantes do seu site, a diferença está na estratégia usada. O retargeting usa cookies para mostrar anúncios na frente para os seus clientes em potencial, enquanto o remarketing coleta endereços de e-mail e envia e-mails. Esses e-mails geralmente são direcionados em determinados estágios do ciclo de compra. Ambos podem ser automatizados - o retargeting pode ser gerenciado de forma eficaz através do Google Adwords, e o software de resposta automatica de e-mail pode ser vinculado diretamente a pontos de gatilho para o remarketing.

Tire o maior proveito do retargeting e remarketing

Como em todos os métodos de marketing, existem alguns desafios com o retargeting e o remarketing. No entanto, estar ciente deles e tomar medidas necessárias garante que eles não geremum impacto negativo.

Retargeting

Uma das maiores preocupações é que a exposição excessiva possa irritar os consumidores, mas colocar um limite na frequência de anúncios pode lidar com isso de forma eficaz. Os consumidores também tendem a se tornar cegos a anúncios caso sejam expostos ao mesmo anúncio com muita frequência, por isso, mantenha os anúncios atualizados alterando-os regularmente.

Esteja ciente de que os consumidores estarão em diferentes estágios do ciclo de compra, portanto, se o tempo de duração do seu cookie limitar o tempo de exibição do seu anúncio, você pode perder os compradores que não estão prontos para comprar durante o período de exibição do seu anúncio. A duração padrão do cookie é de 30 dias, mas isso pode precisar ser ajustado para atender aos seus consumidores.

Se você tiver vários produtos diferentes, o uso da segmentação para retargeting pode aumentar suas chances de conversão. Nem todos seus visitantes estarão focados no mesmo produto, então use a segmentação para impactá-los de maneira mais específica. A segmentação também pode ser usada para impactar os consumidores que solicitaram produtos fora de estoque. Ele também pode ser utilizado com bom efeito para garantir que os compradores anteriores não sejam impactados para comprar. Em vez disso, os consumidores podem ser facilmente impactados com produtos relacionados.

Remarketing

Um dos maiores desafios do remarketing é que as pessoas nem sempre abrem, leem ou reagem a seus e-mails. Uma das melhores maneiras de superar isso é criar linhas de assunto atraentes que implorem para serem lidas, acompanhadas por conteúdos pertinentes ao leitor, criando um forte desejo de agir. Muitas empresas oferecem descontos em carrinhos abandonados dentro de um determinado prazo, por exemplo, gerando um senso de urgência ou oferecendo entrega gratuíta para incentivar a conclusão da venda. Estes podem ser fortes call-to-actions para utilizar dentro do assunto.

Os e-mails enviados para a caixa de spam são outro problema que você deve estar atento. Quando seus visitantes se inscreverem, solicite que eles o adicionem à white list deles para impedir que seus e-mails sejam automaticamente enviados para spam ou lixo eletrônico. Certifique-se de que, ao escrever e-mails, você use palavras que não sejam segmentadas por filtros de spam. Os filtros de spam estão à procura de palavras como comprar, ganhar, barato, assinar e muito mais. Você encontrará uma boa lista aqui.

Para um remarketing eficaz, utilize segmentação. Enviar o e-mail certo para o assinante certo provavelmente aumentará o seu CTR. Personalize o conteúdo dependendo da ação do consumidor, seja quando ele estiver saindo do site ou então quando ele estiver abandonando o carrinho. 

Eficácia

Como uma grande porcentagem de seu tráfego sai sem fazer uma compra imediata, o retargeting e o remarketing são métodos eficazes para manter seus negócios nas mentes de seus possíveis clientes. Mas um é mais eficaz que o outro?

De acordo com a Digiday, o CTR para anúncios de retargeting para determinadas marcas é cerca de 10% superior aos anúncios gráficos. Outras empresas observaram uma taxa de conversão de 50 a 60%, enquanto outras afirmam que os consumidores que já manifestaram interesse têm 20% mais probabilidade de comprar.

As campanhas de e-mail do remarketing geram conversões mais altas para o abandono de carrinho, principalmente quando ocorrem há uma hora do visitante que sai do site. Alcançar os clientes rapidamente através de suas caixas de entrada é considerado uma das melhores formas de remarketing para eles na escala de tempo. Não há garantia de que, se você usar apenas anúncios gráficos de retargeting, eles os verão  dentro dessa primeira hora crucial.

Decidindo qual utilizar

Embora ambos sejam destinados a um público semelhante (ou seja, visitantes do seu site), eles têm uma eficácia ligeiramente diferente, dependendo do segmento que estão sendo usados como target. 

O remarketing parece ser eficaz para os consumidores que se mostram muito interessados em seus produtos, mas ao abandonar seu carrinho, eles ainda não estão prontos para comprar. O remarketing, nessa situação, pode ser usado de maneira muito pessoal, visando ajudar o consumidor a superar suas barreiras para comprar.  Isso depende de altos níveis de engajamento e do entendimento do motivo pelo qual o visitante não comprou naquele momento.

O retargeting foca nos consumidores que não se encontram tão distantes no ciclo de compras, mas ainda manifestam interesse. Funciona mantendo-os conscientes da sua marca, por isso, quando estão prontos para comprar, já têm um nível de confiança gerado através da exposição dos seus anúncios e às visitas ao seu site.

A escolha da ferramenta ideal a ser utilizada depende da situação individual que você deseja abordar. Você pode, claro, usar ambas, pois elas podem se complementar muito bem. Crie um nível de conscientização com seu público-alvo interessado com retargeting e então use o remarketing para capturar e converter clientes nos últimos estágios do ciclo de compra.

Para facilitar o processo, existem muitos afiliados que oferecem remarketing e retargeting como um serviço e podem ajudar os anunciantes com isso. Se você quiser saber mais sobre como incorporar o remarketing e o retargeting ao seu programa de afiliados, entre em contato com o seu gerente de contas na Awin.

Tenha em mente que não é uma ciência exata. Para ser eficaz a longo prazo, siga um processo de monitoramento e de ajustes, ao invés de de apenas configurar as ferramentas e deixá-las aos seus próprios dispositivos. Com o tempo, você entenderá o que funciona melhor para você.

 

Estratégias e Melhores Praticas