Zalando Lounge na Black Friday e o futuro dos eventos de varejo globais.

  • Escrito por

As marcas seguindo o exemplo do Prime Day da Amazon e criando dias de vendas individuais.

Compartilhe

É assim que será o futuro dos eventos de varejo, de acordo com Craig Geeson, gerente de marketing de afiliados do Zalando Lounge. Em sua entrevista, Craig compartilha como a Black Friday e o Singles Day estão sendo inseridos na Alemanha e explica os aspectos positivos e negativos dos eventos de varejo para modelos de negócios baseados em descontos.

Como a Black Friday foi inserida no seu mercado? Isso teve um grande impacto no seu próprio negócio?

A Alemanha, em geral, inseriu a Black Friday (aproximadamente 6,6 bilhões de euros em 2017), assim como em todos os principais períodos de vendas e isso foi possível graças ao grande impulso dos grandes players do mercado. Como acontece com todos os varejistas on-line, acho que, mesmo que você não aproveite este dia, ele terá um grande impacto, sendo positivo ou negativo.

O que você acha de eventos de varejo globais como a Black Friday? Eles são positivos para o seu negócio ou eles dificultam o seu trabalho?

Para um modelo de negócio fortemente baseado em descontos, pode se tornar algo negativo. Se os consumidores esperam que os produtos com desconto sejam descontados ainda mais, isso pode ser problemático, especialmente com margens já apertadas. Por outro lado, se você puder produzir vendas / volume de mercadorias brutas (GMV) suficientes, veja o Alibaba Singles’ Day 2018 e, mesmo com margens pequenas, isso pode ser altamente lucrativo.

De que forma os afiliados podem contribuir para os objetivos de um anunciante durante a Black Friday?

Em geral, os afiliados são um dos primeiros pontos de contato para os consumidores durante esse período, de modo que a divulgação das vendas no seu site já se torna uma grande contribuição.

Como você acha que a Black Friday e o Cyber Weekend estão evoluindo? Como você acha que esses eventos serão no futuro?

As vendas em si estão crescendo em um ritmo incrível, mas isso cria uma necessidade de ter cada vez mais dessas vendas, já que os varejistas começam a ver a receita gerada em um dia e as querem toda semana. O Singles' Day também está sendo inserido com rapidez na Alemanha, assim como grandes eventos da empresa, como o Prime Day, etc. Eu imagino que outras empresas começam a seguir o mesmo caminho e criar seu próprio dia de vendas específico relacionado apenas à sua marca.

Que dica você daria para as empresas que participam da Black Friday este ano?

Não negligencie seus principais clientes por causa de compradores de dias únicos de vendas.

Confira as demais informações de Black Friday no nosso hub.