Comunicando parcerias e patrocínios para o seu público

  • Escrito por
  • .
Publicidade, divulgação e conteúdo online têm sido tópicos importantes para mercadólogos recentemente, já que houve um aumento no uso de adblockers por consumidores. Enquanto existem alguns benefícios, por exemplo ajudar a melhorar a qualidade dos sites, o adblocker também contribui para o “medo” de publicidade do consumidor.

Compartilhe

Dependendo de qual país você opera, existem regras e regulações diferentes sobre se criadores de conteúdo devem oferecer informações em posts patrocinados ou conteúdo de afiliação. Mesmo se você não precisa, por lei, deixar estes aspectos claros, nós aconselhamos nossos publishers a serem o mais transparente possível.
Além disso, o Google publicou recentemente um guia de melhores práticas para blogueiros que falam de produtos que receberam de graça de empresas, deixando implícito que existirá um risco no ranking de busca caso este guia não seja seguido.
Alguns pontos para considerar:

Não peça desculpas por monetizar o seu conteúdo

Não só colaborações com anunciantes estão ficando cada vez mais comuns com afiliados menores e não tão comerciais, também é mais reconhecido que o trabalho que é feito produzindo conteúdo de qualidade deve ser recompensado. Particularmente se seu conteúdo produz leads para vendas, por que então você não deveria ser pago por adicionar valor à estas vendas? Portanto, publishers não deveriam se sentir relutantes ao falar sobre suas parerias em seu conteúdo. Ao oferecer uma comunicação clara que fala sobre o tipo de monetização que você participa, você estará conduzindo suas atividades de maneira ética.

Este tipo de abertura não irá reduzir suas vendas, mas a perda de confiança do seu público sim

Normalmente seu público não vai ficar incomodado se eles estiverem consumindo conteúdo com uma publicidade mais discreta que patrocina o post, ou quando links de afiliação são usados. Porém, se você ler conteúdo no qual a publicidade não é comunicada, para depois descobrir que este conteúdo estava promovendo uma marca, você pode perder a confiança na autenticidade do site. E claro, as pessoas raramente compram por sites que eles não confiam. Ao comunicar que seu conteúdo é patrocinado, como uma review de um produto que foi enviado para você, ou simplesmente dizer que você usa links de afiliação, sua audiência vai poder tomar uma decisão de compra com claridade.

Utilize uma linguagem simples que sua audiência vai entender

As pessoas têm uma tendência de ter medo do que elas não entendem. Ao comunicar uma parceria, evite usar jargões e use uma linguagem simples que pode ser entendida por todos. Seja o mais claro possível, para que não haja espaço para má interpretações. Talvez seja importante distinguir entre usar links de afiliação, publicar conteúdo patrocinado, usar banners e aceitar pautas de imprensa.

Se um de seus leitores questiona alguma parceria ou links de afiliação no seu conteúdo, não tenha medo de responder. Veja como uma oportunidade para educar sua audiência e mostrar exatamente como funciona. Essa atitude não só vai oferecer uma garantia, mas também vai ajudar a formar as atitudes do consumidor em relação à este tipo de marketing.
Existem diferentes formas de comunicar estes tipos de parceria ou patrocínio:

  • Uma página dedicada para o assunto
  • Um aviso no header ou footer do seu site
  • Um selo ou aviso por cada peça de conteúdo
  • Uma combinação dos exemplos acima (por exemplo: uma página com um aviso + um selo no post)

Também é importante seguir as regulações do país onde você opera, que seja fácil para a sua audiência entender, além de ter consistência. Veja aqui o guia da IAB de Publicidade Nativa com sugestões de boas práticas.

Se mantenha informado sobre as últimas regras e updates do Google

Mesmo se você não for legalmente obrigado a comunicar suas parcerias e monetização do seu conteúdo, isso pode mudar. Cada vez mais high profile cases aparecem nos EUA e na Europa, falando sobre uma comunicação confusa de marketing, que mostra que é provável que novas regras apareçam. Siga escritórios de publicidade digital que comunicam sobre estas possíveis mudanças, por exemplo:

Também é importante seguir o Blog de Webmasters do Google para ter certeza que seu SEO não sofra como um resultado de mudanças sobre o tema.

Quanto mais transparência afiliados puderem oferecer sobre como eles monetizam seu conteúdo, menos o conteúdo se torna um tabu. Mais importante que isso, este passo vai ajudar a adicionar credibilidade para o seu canal.


Compartilhe